Notícias

Entenda porque você deve estudar Logística

A Logística faz parte da cadeia de suprimentos (todos os sistemas ligados a um produto, de forma direta ou indireta), que cuida do deslocamento de um produto da sua origem ao seu destino, que é o consumidor final.

O seu conceito vai além disso: a Logística é a parte operacional de uma organização, que precisa ter uma visão organizacional e estratégica muito abrangente, com o intuito de gerenciar todos os recursos da empresa.

Para ter êxito no objetivo, o profissional de Logística precisa ser capaz de propor soluções e administrar os processos produtivos da organização. Nisso, estão incluídas atividades como gerir estoques e administrar a parte de transporte, distribuição, fornecedores e tudo que estiver ligado à produção.

Conheça algumas das áreas em que o profissional de Logística pode atuar

1. Planejamento de demanda e estoque

Esta é talvez uma das melhores opções para quem faz o curso de Logística. No nosso país, poucos profissionais usam estatísticas para criar previsões de vendas e usam ferramentas auxiliadas por computador para integrar vendas, produção e logística. O logístico que trabalha nessa função cuida da redução de custos e do aumento da qualidade e eficiência dos serviços.

2. Armazenamento e embalagem

Um dos objetivos desse profissional é otimizar os espaços físicos. Portanto, é responsável por avaliar as condições de armazenamento do ambiente e a identificar as alterações que precisam ser feitas. 

3. Controller logístico

O controlador logístico administra os processos, promove a implementação e fiscaliza a execução e todas as etapas. Além disso, o profissional é responsável pela definição de indicadores de desempenho relacionados a custos, níveis de serviço, produtividade e parâmetros de desempenho na região. 

4. Cadeia de suprimentos

O gerenciamento da cadeia de suprimentos pode ser visto como um progresso na Logística. Nesta área, os graduados do curso não apenas seguem os processos internos, mas também os processos dos parceiros de negócios — fornecedores, transitários e distribuidores finais. 

5. Gestão de transportes e armazéns

O uso das TMS e WMS (Ferramentas de Gerenciamento de Transporte e Armazéns) ainda não foi completamente consolidado no Brasil, portanto, há espaço suficiente para especialistas em ambas as ferramentas. Pode-se dizer que o WMS visa automatizar os processos de recebimento, armazenamento e envio.

6. Processos logísticos

O logístico é o principal responsável por monitorar o processamento do pedido, garantindo que o item certo chegue a tempo no local planejado. Portanto, ele precisa procurar sistemas eficientes para monitorar as operações e organizar sistematicamente todos os dados. 

7. Prevenção de perdas Enquanto pesquisam maneiras de otimizar o armazenamento e o transporte, aqueles que concluem o curso de logística podem continuar trabalhando como analista, coordenador ou gerente de prevenção de perdas. Embora essa função já tenha um papel de destaque no varejo, ainda não é vista em outros segmentos, portanto, tem potencial para crescer e alcançar resultados na otimização de processos em outros segmentos.